Imprensa

Banco de Moçambique autoriza COMPUSCAN a operar como agência de informação de créditos

Banco de Moçambique autoriza COMPUSCAN a operar como agência de informação de créditos

Os bancos comerciais e instituições de microfinanças vão partilhar dados sobre empréstimos contraídos no mercado moçambicano com a Compuscan, uma nova agência privada de sistemas de informação de créditos (Bureau de crédito), autorizada pelo Banco de Moçambique.

Este serviço será supervisionado pelo Banco Central e conta com a mais valia da assistência da Associação Moçambicana de Bancos e da Associação Moçambicana de Microfinanças.

Este serviço irá permitir que os credores avaliem e possam melhor gerir os riscos, para além de contribuir para redução do sobre-endividamento, lê-se num comunicado enviado ao “O País”.

“Os bureaus de crédito fornecem ao sector financeiro dados seguros e uma base de dados centralizada de informações sobre consumidores e empresas. Estes fornecem ainda produtos e serviços que ajudam a prever riscos e a reduzir fraudes, tais como relatórios de crédito, pontuações de crédito, verificações de identidade, avaliações de acessibilidade e de colectas”, refere o comunicado, fazendo alusão de que os dados do bureau são altamente protegidos e o seu acesso é estritamente regulado por legislação.

Ainda de acordo com o comunicado, o novo serviço vai gerar informações detalhadas e confidenciais de relatórios de crédito que irão permitir que as instituições de créditos avaliem o comportamento dos seus clientes em relação ao pagamento de créditos.

“Ao ter acesso a informações de crédito, os credores podem responder às solicitações de crédito mais rapidamente, melhorando a experiência do cliente”, lê-se no documento.

Actualmente, a actividade de reporte de crédito é realizada pelo Banco de Moçambique, conhecida como central de registo de crédito, abrangendo apenas a banca comercial. A Compuscan, como o primeiro bureau de crédito privado, prestará serviços a todos os provedores de crédito, abrangendo todos os sectores.

Além de Moçambique, a Compuscan tem presença na África do Sul, Filipinas, Austrália, Uganda, Namíbia, Etiópia, Lesoto e Botswana. Esta actividade existe ainda noutros países africanos como Quénia, Zâmbia, Tanzânia e Malawi.

“A Compuscan pretende contribuir para os objetivos financeiros e económicos do Governo e do Banco Central de Moçambique. A Compuscan espera estabelecer um relacionamento de longa data com todas as partes interessadas do sector financeiro, de crédito e de negócios relacionados no país, com o objetivo de expandir os seus negócios e do sector. Queremos trazer confiança para o mercado moçambicano”, disse Lara Cangi, a representante da Compuscan em Moçambique.

Já o CEO da Source Capital, Pedro Coutinho, disse que “a experiência noutros mercados mostra que a presença de bureaus de crédito está associada a mercados de crédito mais amplos, maior volume de empréstimos e maior acesso a financiamento, e a menor risco de crédito”.
(AIM)