Imprensa

Novas oportunidades para jovens recém-graduados

Novas oportunidades para jovens recém-graduados

O governo moçambicano assinou hoje, em Maputo, dois memorandos de entendimento, com a companhia de operadora de telefonia móvel Vodacom e Empresa Nacional de Hidrocarbonetos para a atribuição de estágios pré-profissionais a jovens recém-graduados.

Assinaram os memorandos o director-geral do Instituto Nacional de Emprego, Juvenal Dengo, em representação do Ministério do Trabalho e os representantes da ENH e Vodacom, Jair Adamo e Salimo Abdula, respectivamente. 

Falando minutos após a assinatura dos acordos, a Ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Victoria Diogo, disse que as experiências que serão adquiridas pelos candidatos deverão servir para o desenvolvimento do empreendedorismo. 
“Os memorandos que hoje foram assinados, trazem esta outra componente, não apenas em termos de estágios pré-profissionais, mas também abrem espaço para a provisão de kits para aqueles que vão abraçar o empreendedorismo, porque nem todos devemos ser empregados de outrem”, disse. 
O representante da Empresa Nacional de Hidrocarbonetos, Jair Adamo disse, por seu turno, que os recém-graduados vão desempenhar um papel importante na organização que representa tendo em conta os crescentes desafios na indústria mineira no país.
“Com os desafios que se avizinham, este protocolo vai ser fundamental. Temos os projectos da bacia do Rovuma, e a ENH está aqui para aproveitar estas oportunidades, para que elas se transformem em emprego concreto”, afirmou. 
Já o presidente do Conselho de Administração da Vodacom, Salimo Abdula, convidou os jovens a desenvolver o espírito de competitividade para fazer face às exigências de um mercado de trabalho cada vez mais competitivo. 
Revelou que desde 2010 a Vodacom empregou 108 homens e 58 mulheres. 
Os recém-graduados que vão beneficiar de estágios serão seleccionados pelo Instituto Nacional de Emprego. 
A Vodacom e a ENH juntam-se, assim, a outras instituições que se comprometeram a apoiar o Executivo moçambicano na promoção de estágios pré-profissionais e emprego para jovens recém-graduados.
(AIM)